PARADEMOLIÇÕES PARADEMOLITION

Performance/installation 

para: prefixo de origem grega, indica proximidade, ‘ao lado de’

parademolições nasce como uma tentativa de aproximação. seis performers erguem-se do chão em estruturas cruas, quebradiças e sem acabamento. o atrito progressivo entre corpos demanda movimentos na urgência das escolhas imediatas, na dificuldade da sustentação mútua. impedimento, desencaixe e interrupção são os alicerces de uma composição coreográfica apresentada para ser inevitavelmente destruída.

Performers Ana Koza, Ana Musidora, Bianca Hisse, Camila Miranda, Gisely Alves, Isadora Dantas
Orientação Ana Teixeira
Fotos e video Matheus Temporini
Agradecimentos Otavio Donasci, Vera Sala, Rosa Hercoles, Renato Bolelli Rebouças

@ PUCSP / Novembro de 2016. 
[video]